O Ecarta Musical é um projeto da Fundação Ecarta que visa valorizar a música e os músicos do Rio Grande do Sul, assim como facilitar o acesso da população a este bem cultural.
NOTA PÚBLICA
Repúdio à sanção
do Governo para
extinção das
fundações estaduais

Nome: 
E-mail: 
 
 

Confira os shows realizados em 2008:


 Em Porto Alegre
 
Sede da Fundação Ecarta (Av. João Pessoa, 943 - Farroupilha)

Dia 20/12
50 anos da Bossa Nova, por Pedrinho Silveira

Uma homenagem especial aos 50 anos da Bossa Nova. Pedrinho Silveira (voz, violão, guitarra) estará acompanhado por Luiz Mauro filho (teclado), Salvador Touguinha (baixo) e Amauri Copetti (bateria). No repertório, composições de Tom Jobim (Amor e paz, Corcovado, Só em teus braços, Água de beber, Só danço samba, Wave, Triste, Desafinado, Vivo sonhando e Esse teu olhar); Dorival Caymmi (Morena Rosa); Joyce (Sambou, sambou); e Carlos Lyra (Se é tarde me perdoa).

Confira mais informações sobre Pedrinho Silveira.

Fotos: René Cabrales


Dia 06/12
Ivone Pacheco especial

A dama gaúcha do jazz se apresenta sozinha com repertório especial de composições imortalizadas por Louis Armstrong (As time goes by e I'm in the mood for love), Frank Sinatra (New York, New York e My foolish heart), Tevin Campbell (Always in my heart), Gabriel Faure (Rêve d'amour), e Cole Porter (Night and Day), entre outras.

Confira mais informações sobre Ivone Pacheco.

Fotos: René Cabrales

Dia 22/11

Choro Amigo, com Chico Pedroso

No repertório, algumas de suas composições: Vai nessa Douglas, Mana e Cavaco Amigo. Também, Contraste, Quitandinha e Brasileirinho (Valdir Azevedo), Remelexo e Simplicidade (Jacob Bitencurte), Recado e Chorando com Vilson Maria (Rossine Ferreira), Noturno (Chopin), Choro Negro (Paulinho da Viola), Tema da Vitória (Eduardo Souto Neto).

Confira mais informações sobre Chico Pedroso.

Fotos: René Cabrales


Dia 08/11
Show de Nico Bueno & Luis Mauro Filho

Nico Bueno (contrabaixo) & Luis Mauro Filho (piano) têm seu repertório baseado em bossas, sambas e uma pitada de jazz. Um show de dois importantes músicos gaúchos.

No repertório, A Rã (João Donato e Caetano Veloso), Brigas Nunca Mais, Chovendo na Roseira (Tom Jobim), Amor em paz (Tom Jobim e Vinicius de Moraes), Samba de verão (Marcos Valle), 7 & 3 (Luis Mauro Filho), Midnight Voyage (Michael Brecker), Someday My Prince Will Come (Churchil), Summertime (George Gershwin), 500 milhas (Chick Corea), Donna Lee (Charlie Parker).

Confira mais informações sobre Nico Bueno e Luis Mauro Filho.

Fotos: René Cabrales


Dia 01/11
ECARTA MUSICAL ESPECIAL - 54ª Feira do Livro de POA
Show de Vanessa Longoni, Angelo Primon, Luke Faro e Marcelo Corsetti

No repertório, Vento (Dorival Caymmi), A Ilusão da Casa (Vitor Ramil), Era da Nobreza (Pedro Luis e Zé Renato), Ghadjavadana (folclore hindu), Guitarra y voz (Jorge Drexler), Lenda Praiera (Mario Gil Pinheiro), Solar 4 (Ângelo Primon) e Tai eleefe (Marcelo Corsetti).

Fotos: René Cabrales


Dia 25/10
Samba 2, show de Monica Tomasi e Giovanni Berti

No repertório, Dez diamantes (Monica Tomasi/Fernanda Young), Falso rebolado (Jorge Costa/Venâncio), Pra chamar sua atenção, Guarda-chuva e Me manda um email (Monica Tomasi), Ele vem de manhã e Cristal (Nelson Coelho de Castro), Quando os versos me visitam (Monica Tomasi/Idesio de Oliveira), Samba da identidade (Monica Tomasi/Wim Wenders), Meu rádio, meu mulato (Herivelto Martins), Nós (Tião Carvalho), É isso aí (Sydney Miller).

Confira mais informações sobre Monica Tomasi e Giovanni Berti.

Fotos: René Cabrales

Dia 11/10
Suite Mazá, com Sil Hendges e Robson Serafini

No repertório, Chovendo na Roseira (Tom Jobim), Piano na Mangueira e Sabiá (Tom Jobim/Chico Buarque Hollanda), Eu te amo (Chico Buarque de Hollanda), e Dig a Pony, Blackbird, She's leaving home e Nowhere man (Lennon/McCartney), entre outras. O show, reuniu no palco, de forma inédita os dois músicos de origens bem diferes: MPB e Rock, respectivamente. A dupla apresentou um convidado especial.

Confira mais informações sobre Sil Hendges e Robson Serafini.

Fotos: René Cabrales

Dia 27/09
Lua Bonita com Marcos Wacker e Gelson Oliveira


O encontro de dois amigos em homenagem à natureza. Marcos e Gelson se conhecem a longa data. Sempre marcaram presença, nos anos 70 a meados dos 80, em São Sebastião do Caí, no Barracão, uma espécie de “Clube da Esquina”, onde instrumentistas, compositores, cantores e admiradores da boa música se reuniam. Tudo isso, num cenário com muito verde ao redor, o que invariavelmente os levava a utilizar a natureza como referência em suas composições. Eis que surgiu a idéia de fazer o espetáculo Lua Bonita.

No repertório, Água do Morro, Sonhos do Mar, Lagoa do Violão, Lua Bonita, Aquela Praia e Casa de Passarinho, de Marcos Wacker; e Imagem das Pedras, Vaga-lume, Canção do Pescador, Passarinho Cantador, Tempestade e A Luz do Amanhecer, de Gelson Oliveira.

Confira mais informações sobre Gelson Oliveira e Marcos Wacker.


Fotos: René Cabrales


Dia 6/9 - Zilah Machado, Plauto Cruz e João Pernambuco
Eixo-temático IN-PARES

Zilah Machado, cantora e compositora, figura do samba, mostrou suas composições e contou um pouco da sua história. Plauto Cruz, flautista, e compositor, apresentou seus clássicos e chorinhos. O show teve participação do compositor e violonista João Pernambuco.

Confira mais informações sobre Zilah Machado e Plauto Cruz.

Fotos: René Cabrales

Dia 23/08 - Samuel Negrinho e Antonyo Rycardo no show Evocações e Vibrações
Eixo-temático IN-PARES

Um encontro de dois instrumentalistas com sonoridades e escolas diferentes. O acordeom de Samuel Negrinho expressa a amplitude sonora capaz deste instrumento e o violão e bandolim de Antonyo Rycardo expressam a sensibilidade. A mescla dos dois instrumentos gera algo bem maior que a soma das duas partes. No repertório do show, Vibrações (Jacob Bitencourt), Brejeiro (Ernesto Nazareth), Vôo da Mosca (Jacob Bitencourt), Por uma Cabeza (Alfredo Lepera / Gardel), Adiós Noniño (Astor Piazzola), Evocação à Jacob (Avena de Castro), Merceditas (R. Rios), Pra ti Guria (Gilberto Monteiro), Taquito Militar / Milongueo Del Ayer (Abel Fleury), Princesa da Noite (Leonardo Caffi), Noite no Caverá (Samuel “Negrinho”).

Confira mais informações sobre Samuel Negrinho e Antonyo Rycardo.

Fotos: René Cabrales


Dia 09/08 - Marcus Bonilla e Pedro Huff no show Caminhante do Céu Vermelho
Eixo-temático IN-PARES

Primeira apresentação pública do novo álbum virtual de Marcus Bonilla e da primeira apresentação conjunta dos músicos (Huff tem participação no álbum).

Caminhante do Céu Vermelho - O CD traz 12 temas instrumentais de autoria de Marcus Bonilla. As obras traduzem a trajetória pessoal do músico. Segundo ele, é um trabalho místico, num estilo próprio, mesclando influências da música clássica, new age, popular e do repertório violonístico. O que difere aqui, em relação ao seu primeiro trabalho, o CD “Dedilhando o Brasil”, é o uso de arranjos para violão com outros instrumentos, como a viola caipira, violoncelo, flauta, contrabaixo, vocais, samplers e percussões. Participam deste trabalho Pedro Huff, no violoncelo; Vinícius Prates, na flauta transversa; Alexandre Vieira, no contrabaixo e guitarra; e Karine Cunha, no vocal. Nesse trabalho Bonilla investiu na manipulação e arranjo de breves fragmentos instrumentais. O CD será lançado em agosto na internet e pode ser ouvido no site www.marcusbonilla.com.br.

Confira mais informações sobre Marcus Bonilla e Pedro Huff.


Fotos: René Cabrales

Dia 26/07
- Rosa Franco canta Clara Nunes
Eixo-temático Claridade

Rosa Franco
, cantor e compositor com mais de 10 anos de estrada, apresentou o show “Sob os Lampejos de Clara”. O show marcou o encerramento do eixo temático CLARIDADE, que celebra com música e histórias a vida e obra de Clara Nunes, uma das maiores intérpretes do país, morta há 25 anos.

No repertório, músicas que foram consagradas por Clara Nunes e também seus autores como Martinho da Vila, João Nogueira e Paulinho da Viola. Tocam com Rosa Franco, na bateria, César Audi e nos violões, Tom Martins. O intérprete canta clássicos como: Iansã Cadê Ogum?; A Deusa dos Orixás; Disritmia; Aquarela Brasileira; Súplica; Guerreira; Pecado Capital, entre outras.

Confira mais informações sobre Rosa Franco.

Fotos: René Cabrales


Dia 12/07
- Clara Luz - show do grupo Dois por Quatro
Eixo-temático Claridade

No repertório, sambas como Mineira, Flor e Espinho, Pressentimento, Gostoso Veneno, Incompatibilidade de Gênios e Cabide, entre outros.

DOIS POR QUATRO - Grupo de Samba e Choro formado por Fábio Mazo (violão de 7 cordas), Jorge Vieira (percussão e voz), Michael Sampaio (percussão e voz) e Rogério Oliveira (cavaquinho e bandolim), caracterizado por executar de forma ímpar sambas e chorinhos clássicos de Waldir Azevedo, Cartola, Candeia, Jacó do Bandolim, João Nogueira, Paulinho da Viola, Chico Buarque e João Bosco, entre outros. Afilhado do Regional Laranjal, grupo de sambistas que se encontram periodicamente na cena cultural de Porto Alegre, o Dois Por Quatro tem se firmado como um excelente grupo no que se refere à execução das melhores execuções de chorinhos já gravadas.

Fotos: René Cabrales

Dia 28/06 - Karine Cunha canta Clara Dor
Eixo-temático Claridade

O show, especialmente criado para o eixo-temático Claridade – que faz uma homenagem a Clara Nunes, conta no repertório com clássicos de compositores como Monarco, Cartola, Nelson Cavaquinho, Paulo César Pinheiro, Chico Buarque, Marçal, Baden Powell e Vinícius, Dolores Duran, Assis Valente, Sérgio Napp, entre outros, gravados por Clara Nunes.

Clara Dor reverencia uma Clara pouco conhecida das novas gerações, pois apresenta canções gravadas por ela em seus primeiros LPs. “Sua voz se prestava muito bem à dramaticidade das letras, em sua maioria voltadas para o “desamor”, canções de dor e o “sofrimento de quem ama”, como diz uma canção de Alberto Lonato com esse título”, expõe Karine.

Karine Cunha (voz, violão e cavaquinho) estará acompanhada dos músicos Rafael Ferrari (bandolim) e Edgar Araújo (percussão). No repertório também estarão canções de dor da autoria de Karine Cunha em parceria com Sérgio Napp e Mario Quintana.

Fotos: René Cabrales

Dia 14/06 - Show de Nanci Araújo e Marcos Farias
Eixo-temático Claridade

No repertório, composições como Quando eu vim de Minas, Tristeza pé no chão, Coração leviano, Você passa eu acho graça, Coisa da antiga, Alvorada lá no morro, O mar serenou, Canto das três raças, Conto de areia, entre outros sucessos. Nanci Araújo (voz) estará acompanhada do músico Marcos Farias (teclados, violão e percussão).

Confira mais informações sobre Nanci Araújo e Marcos Farias.

Fotos: René Cabrales

Dia 31/05 - Show com Marília Benites acompanhada do grupo Acordes & Cordas
Eixo-temático Claridade

Marília Benites acompanhada do grupo Acordes & Cordas, formado pelos músicos Guaraci Gomes (bandolim), Chico Pedroso (cavaquinho), Luiz Palmeira (violão 7 cordas), Valter Oliveira (pandeiro) e Paulo Boca (percussão).

O Eixo-temático Claridade celebra com música e histórias a vida e obra de Clara Nunes, uma das maiores intérpretes do país, morta há 25 anos.

No repertório, músicas que fizeram grande sucesso na voz de Clara Nunes, como Morena de Angola (Chico Buarque); As forças da natureza (João Nogueira/Paulo César Pinheiro); Eh Baiana (Fabricio da Silva); Você passa eu acho graça (Carlos Imperial/Ataulfo Alves); Canto das 3 raças (Paulo Cesar Pinheiro/Mauro Duarte); Alvorada no morro (Carlos Cachaça/Hermínio B. Carvalho); À flor da pele (Maurício Tapajós/Clara Nunes/P.C.Pinheiro); Tristeza pé no chão (Armando Fernandes); O mar serenou (Candeia); Portela na avenida (Mauro Duarte/P.C.Pinheiro); Vontade de chorar (Ivor Lancelotti/P.C.Pinheiro); Conto de Areia (Romildo/Toninho); Última morada (Natal/Noca da Portela); e Um ser de luz (J. Nogueira/Mauro Duarte/P.C.Pinheiro).

CLARA NUNES - Nascida em 1943, em Minas Gerais, Clara Nunes ganhou o terceiro lugar da etapa mineira do concurso “A voz de ouro do ABC”, em 1959, aos 16 anos. A partir daí foi contratada numa rádio de Belo Horizonte e se apresentou em casas noturnas na cidade, iniciando então sua carreira meteórica. Em 1974 vendeu 300 mil cópias de seu LP, (recorde para a época), rompendo com o tabu de que cantora não vendia discos, estimulando outras gravadoras a investirem em sambistas mulheres.

Confira mais informações sobre Marília Benites.

Fotos: René Cabrales

Dia 17/05 - Show Por Elis e outros "Quês" de Jean Melgar

Show Por Elis e outros "Quês" de Jean Melgar, com participação especial de Jefferson Marx e Ilse Lampertum. Jean é um jovem artista de 28 anos, que aos poucos, vem trilhando seu caminho. Com repertório eclético, o artista inclui Caetano Veloso, Gilberto Gil, Maria Bethânia, Chico Buarque, Cartola, Vitor Ramil, Tom Jobim, alguns nomes da cena pop, entre outros. Nos shows ele também inclui músicas internacionais, composições próprias e outras parcerias musicais.

Confira mais informações sobre Jean Melgar.

Fotos: René Cabrales

Dia 26/04 - Eixo-temático Elis Regina
Mônica Mendes - MPB e POP

Estação do sonho e Elis Canta Minas
Participação de Luiz Mauro Filho, no teclado e Nicola Spolidoro, na guitarra


No Ecarta Muscial, a cantora fez uma homenagem à carreira de Elis, em especial no que toca a suas parcerias com os compositores mineiros – seu “namoro” com o Clube da Esquina, especialmente com Milton Nascimento, marco na música brasileira. A admiração de Mônica Mendes pelos mineiros está refletida neste show e no repertório do seu disco.

REPERTÓRIO ELIS REGINA
Caxangá - Milton Nascimento / Fernando Brant
O Medo de Amar é o Medo de Ser Livre – Beto Guedes / Fernando Brant
O Trem Azul – Lô Borges / Ronaldo Bastos
Para Lennon e Mccartney – Milton Nascimento
Ponta de Areia - Milton Nascimento / Fernando Brant
Um Girassol da Cor do seu Cabelo - Lô Borges / Márcio Borges
Vento de Maio - Telo e Márcio Borges
Maria, Maria – Milton Nascimento

REPERTÓRIO MÔNICA MENDES - CD ESTAÇÃO DO SONHO
Um Adeus – Kim Ribeiro
Pelo Amor de Deus - Paulo Glanzmann
Copacabana Blues - Eduardo Rangel
Vento Forte - Paulo Glanzmann
A Força do Vento - Rogério de Freitas
Não Se Vá Daqui - Rogério Armando
De Manhã - Kim Ribeiro

Confira mais informações sobre Mônica Mendes.

Fotos: René Cabrales


Dia 12/04 - Eixo-temático Elis Regina
Norminha Duval - MPB e instrumental


No repertório, Canção para Elis e Fala, de Gecy Falcão; Arrastão, de Edu Lobo; Fascinação, de Marchetti; Atrás da porta e Trocando em miúdos, de Francis Hime e Chico Buarque; Da Cor do Pecado, de Bororó; Gente Humilde, de Chico Buarque; Cafetin de Buenos Aires, de Mariano Mores e Enrique Discepolo; As Rosas não Falam, de Cartola; La Puñalada, de Celedônio Flores e Pintin Castellanos; Malagueña, de Ernesto Lecuona; Manhã de Carnaval, de Luis Bonfá e Antônio Maria; Balada para um Loco, de Astor Piazzolla; Joana Francesa, de Chico Buarque; e Tea for Two, de I.Kaiser e Vicente Younnais.

Confira mais informações sobre Norminha Duval.

Fotos: René Cabrales  


Dia 29/03
- SIL no show À Revelis - Piano e voz

No repertório do show, Conversando no Bar (Milton Nascimento e Fernando Brant), Redescobrir (Gonzaguinha), O que foi feito deverá (Milton Nascimento e Fernando Brant), Reza (Edu Lobo e Rui Guerra), Agnus Sei (João Bosco e Aldir Blanc), These are the songs (Tim Maia), O Compositor me disse (Gilberto Gil), Um por todos (João Bosco e Aldir Blanc), Cais (Milton Nascimento e Ronaldo Bastos) e Como nossos pais (Belchior).

Confira mais informações sobre Sil Hendges.

Fotos: René Cabrales  


Dia 08/03
- Lúcia Helena abre temporada do Ecarta Musical 2008
Show faz homenagem à Mulher


A Fundação Ecarta abriu a temporada do projeto Ecarta Musical 2008, com a apresentação de Lúcia Helena, numa versão acústica (voz e violão) de seu show Elis Tanta Luz - um tributo à cantora brasileira apresentado no Theatro São Pedro, no ano passado, ao lado do pianista Geraldo Flach. O show, homenagem à Elis Regina, também foi uma homenagem a todas as mulheres, pela passagem do Dia Internacional da Mulher.

Lúcia Helena compartilhou o palco com Jorginho Domingues, violonista e compositor. No repertório, canções como “Folhas secas”, “Aprendendo a jogar”, “Amélia” e “Saudosa maloca”. Recebeu dois Prêmios Açorianos, em 1999 e 2001, além de premiações como melhor intérprete em dezenas de festivais regionais, dentre eles, Califórnia da Canção e Musicanto. Assina como compositora, juntamente com Bororó e Aldir Blanc, o samba "Na orelha do pandeiro".

Dia 19/01 -
Uma banda chamada: Os The Darma Lóvers

O show da banda foi o último do eixo temático Urbanis Cidade, que busca tematizar as várias faces do universo urbano de uma grande cidade como Porto Alegre. Com Os The Darma Lóvers, o Ecarta Musical busca passar a idéia de que há possibilidade de paz e alegria nesse caos de concreto. O show é o nosso ‘Shantih’, que numa tradução superficial quer dizer “a paz que transcende a compreensão". No repertório: ”Water Violet; Fantástico; Gigante; Bróder Anjo; Srta. saudade da Silva; A teia da Tela; Peixes; O homem que calculava; Raiva; Seres Extranho; Diamante; Onda; 3 Coroas.

Confira mais informações sobre Os The Darma Lóvers.

Fotos: René Cabrales  


Dia 12/01
- Jorge Gerhardt e Luis Mauro Filho

Show num formato exclusivo de baixo e teclado. No repertório, pérolas do Jazz e da Bossa Nova, como Four e Tune Up (Miles Davis); Samba de verão (Paulo Sérgio e Marcos Vale); Take "A" Train (Duke Ellington); It had to be you (G. Kahn); Vivo sonhando (Tom Jobim); Sattin Doll (Duke Ellington); Oceano (DJavan); On a Green Dolphing Street (Bronislau Kaper); Autumn Leaves (Joseph Kosma); Fly me to the moon (Bart Howard); When I fall in love (Heyman Young); All The things you are (Hammerstein); e Something (George Harrison).

Este foi o penúltimo show do eixo temático Urbanis Cidade, que trata das várias faces do universo urbano de uma grande cidade como Porto Alegre.

Confira mais informações sobre Jorge Gerhardt e Luis Mauro Filho.

Fotos: René Cabrales  



Confira como foram as programações anteriores:

Fundação Cultural e Assistencial ECARTA
Av. João Pessoa, 943 - Porto Alegre - RS - Brasil - Fone: 51-4009.2970
© Copyright 2005 - 2011 Todos os direitos reservados (All Rights Reserved)