Galeria de Arte
Ode a Phobos (ou como é bom não ter memória)


Dois questionamentos estão no cerne da pintura de Letícia Arais Lopes: o papel da imagem impressa como indício e o lugar da pintura como linguagem. “Como Gerhard Richter ou Aby Warburg, meu interesse pela imagem como código, alfabeto ou família pressupõe que há algo a ser visto além dela mesma, que não é só múltiplo, pois é revelado na aproximação e reorganização de várias imagens, mas também latente: está apenas à espera da próxima imagem, coisa ou desenho que lhe completará o significado. Talvez completar não seja o termo correto, quem sabe enriquecer, ou até ameaçar”, diz a artista.

O objetivo de Letícia é testar a pintura. A esse modo de operação, ela une imagens de revistas, enciclopédias, fotografias e jornais. “Rabisco, recorto, pinto, rasgo, colo e, de repente, surge em miniatura uma imagem amedrontada, desprovida de poder porque já não se refere a nada óbvio, nada em que se possa apoiar a linguagem verbal. Assim, como pista, é uma imagem nova e, ao transpô-la para a tela através da tinta, consigo revelá-la, finalmente, sem memória alguma, pois essa memória agora pertence somente ao gesto, falho e infiel, do pincel”, considera a autora.

A partir desse procedimento originam-se os conjuntos de telas apresentados na mostra, que pretendem também, ao aparecerem dispostas no chão, lançar uma provocação ao estado estático da percepção pintura/parede que é historicamente naturalizado e pertence ao senso comum. “Li em algum lugar que um homem livre é um homem em estado de perigo, a imagem dessa frase ilustra bem esse trabalho”, define Letícia

NOTA PÚBLICA
Repúdio à sanção
do Governo para
extinção das
fundações estaduais

Nome: 
E-mail: 
 
 

Exposição

Ode a Phobos (ou como é bom não ter memória)

Artista: Letícia Lopes.
Abertura: 24 de junho, quarta-feira, às 19h
Visitação: Até 2 de agosto, de terça a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 10h às 20h; e domingo, das 10h às 18h
Informações: 51 4009.2970 e www.ecarta.org.br
Entrada franca

etalhe do trabalho Pintaura

Detalhe do trabalho Parede de colagem

Detalhe do trabalho O cheiro daquela sala

Detalhe do trabalho Pintaura

Detalhe do trabalho Parede de colagem

Detalhe do trabalho O cheiro daquela sala

Detalhe do trabalho Coiote

Detalhe do trabalho África em vogue

Detalhe do trabalho Coiote

Detalhe do trabalho África em vogue



Ode a Phobos
     


 Apoio:
  Província  
Gráfica e Editora Relâmpago
Sinpro/RS - Sindicato dos Professores do RS

Fundação Cultural e Assistencial ECARTA
Av. João Pessoa, 943 - Porto Alegre - RS - Brasil - Fone: 51-4009.2970
© Copyright 2005 - 2011 Todos os direitos reservados (All Rights Reserved)